Deiveson Figueiredo atropela Joseph Benavidez e é o novo campeão peso-mosca do UFC

Brasileiro é o novo campeão do UFC - Foto: Leonardo Fabri
Brasileiro é o novo campeão do UFC – Foto: Leonardo Fabri

O Brasil, enfim, tem um campeão masculino no UFC. Depois de mais de três anos, o país saiu da fila graças ao peso-mosca Deiveson Figueiredo. O paraense não tomou conhecimento de Joseph Benavidez na luta principal do UFC desse sábado, 18, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, carimbado o título após uma sequência de knockdowns seguido de um mata-leão inapelável, suficiente para apagar o americano. Tudo isso no primeiro round. 

O paraense de Soure chega ao apogeu no maior evento de MMA do mundo após três anos da sua estreia na organização. Contratado do Jungle Fight, “Deus da Guerra” venceu oito das nove lutas que fez no Ultimate. Entre suas vítimas já estava o próprio Joseph Benavidez, no duelo de fevereiro deste ano, que só não resultou em cinturão porque o brasileiro estourou o limite de peso da divisão. 

No placar geral, o Brasil saiu com o saldo negativo na edição. Além de Deiveson Figueiredo, a peso-mosca Ariane Lipski também venceu, mas numa luta entre brasileiras. Ela finalizou Luana Dread com uma rara chave de joelho reta, ainda no primeiro round. Já Alexandre Pantoja, Davi Ramos e Carlos Boi viram seus adversários – Askar Askarov, Arman Tsarukyan e Sergey Spivak, respetivamente – terem o braço levantado, todos via decisão. 

Confira abaixo os resultados do evento:

UFC FN 172

Ilha da Luta, Abu Dhabi

18 de julho de 2020

Deiveson Figueiredo finalizou Joseph Benavidez com um mata-leão no R1

Jack Hermansson finalizou Kelvin Gastelum com uma chave de tornozelo no R1

Rafael Fiziev venceu Marc Diakiese por decisão unânime

Ariane Lipski finalizou Luana Dread com uma chave de joelho no R1

Askar Askarov venceu Alexandre Pantoja por decisão unânime

Roman Dolidze venceu Khadis Ibragimov por nocaute técnico no R1

Grant Dawson venceu Nad Narimani por decisão unânime

Joel Alvarez finalizou Joe Duffy com uma guilhotina no R1

Brett Johns venceu Montel Jackson por decisão unânime

Amir Albazi finalizou Malcolm Gordon com um tri6angulo no R1

Arman Tsarukyan venceu Davi Ramos por decisão unânime

Sergey Spivak venceu Carlos Boi por decisão majoritária