Deiveson Figueiredo garante: ‘Estou mais leve, mais preciso e mais maldoso’

Brasileiro terá segunda chance pelo cinturão - Foto: Leonardo Fabri
Brasileiro terá segunda chance pelo cinturão – Foto: Leonardo Fabri

Depois de nocautear Benavidez, em fevereiro passado, e voltar para casa sem o cinturão dos moscas do UFC, por não bater o limite da divisão, Deiveson Figueiredo mudou inteiramente sua dieta, e garante que no segundo encontro entre ambos, marcado para 18 de Junho, na Ilha da Luta, a história será outra. 

“É uma questão de honra para mim. Eu já lutei 8 vezes no UFC e nunca tinha deixado de bater o peso. Infelizmente isso ocorreu logo na luta mais importante da minha vida, mas Deus me deu uma nova oportunidade e isso não acontecerá novamente”, garantiu Deiveson ao PVT.

E para cumprir o prometido, Daico tem contado com a dedicação de sua nutricionista, Lia Correia. 

“Na realidade eu sempre chegava na semana da luta com 65 ou 66kg e perdia os 7 ou 8kg necessários para alcançar o limite da divisão. Mas agora a Dra. Lia mudou inteiramente este processo. Estamos fazendo uma dieta agressiva. Só para você ter uma idéia, eu já estou com 66kg hoje, a 3 semanas da luta. Certamente vou chegar em Abu Dhabi pesando os 60kg que planejamos”, contou o paraense.

Tendo em vista o resultado da primeira luta, o brasileiro não tem dúvidas de que Benavidez virá com uma estratégia diferente.

“Ele me subestimou, mas agora que já conhece o peso da minha mão e  certamente virá com outra postura tática, até porque, se insistir em vir para trocação desde o início, e vou nocauteá-lo novamente. Estou mais leve, mais rápido, mais preciso e mais maldoso que nunca. Os cotovelos estão afiados. Vou analisá-lo no 1º round e depois partir para o nocaute ou finalização”, promete Figueiredo.

Ciente de que Belém está entre as seis capitais mais atingidas pela Pandemia no país, Daico revela que sua equipe de treinos e sparrings está mantendo uma política de isolamento social. 

“Desde o início do camp não tivemos nenhum caso no grupo, vamos chegar limpos na ilha da luta. Perdi o primeiro cinturão para balança, não vou perder esta segunda chance para o vírus”.

Em caso de vitória Deiveson, revelou em primeira mão ao PVT quem ele vai pedir no octógono da Ilha da Luta. 

“O Brandon Moreno tem feito ótimas lutas, mas eu vou intimar o Cejudo para acabar com esta aposentadoria precoce. Pode ser no mosca ou no galo. Quero recebê-lo de volta com um belo nocaute”, revelou Deiveson.