Em alta no UFC, Bruno Blindado relembra perrengues vividos no início da carreira

Seis meses depois de estrear no UFC, Bruno Blindado pode terminar o ano com três vitórias consecutivas na organização. Depois de nocautear o compatriota Wellington Turman em junho e Andrew Sanchez no mês passado, o peso médio retorna ao octógono no dia 11 de dezembro para encarar Jordan Wright. Se o momento agora é de glória, nem sempre foi assim. No início de carreira, o paraibano de Cajazeiras precisava “se virar nos 30” para treinar. Além de viajar por horas, muitas vezes para dar apenas um treino, ele também já quase foi preso durante uma sessão de preparação física improvisada.