Em reta final de recuperação, Thomas Almeida projeta retorno no card do UFC Brasília, em março

https://www.youtube.com/watch?v=u41IxLzqVug

Na fase final de recuperação de uma lesão no olho, após duas cirurgias, Thomas Almeida participou do RESENHA PVT dessa terça-feira, dia 19, ao lado de seu treinador, Diego Lima. Sem lutar desde janeiro de 2018, o peso-galo da Chute Boxe se mostrou interessado em retornar no início de 2020, de preferencia no card do UFC em Brasília.

“Me falaram que está confirmado dia 14 de março o UFC em Brasília, e eu fiquei bem animado com esta data, de lutar no Brasil. Seria uma data boa, eu teria um tempo legal para treinar”, declarou o lutador.

Líder da Chute Boxe em São Paulo, Diego Lima falou sobre diversos assuntos, como a sequência de vitórias de Charles Do Bronx, as promessas de sua equipe e relembrou o início de sua carreira. Num dos pontos altos da entrevista, ele criticou o êxodo de lutadores brasileiros para os EUA.

“De um tempo para cá surgiu aquele mito de que a grama do vizinho é mais verde: para você buscar a perfeição tem que ir para os Estados Unidos, porque ali o treino é perfeito, o tatame é não sei o que, o suplemento americano… surgiu esse mito no MMA”, desabafou o treinador. “O lutador não é um objeto, ele é sentimento, é coração, é cabeça. O lutador é tratado como um objeto.”