Estreante se destaca, e Brasil faz 6 a 2 no card preliminar do UFC 301

0
139

Deu Brasil no card preliminar do UFC 301 deste sábado, no Rio de Janeiro. Alessandro Costa usou os chutes para machucar a perna de Kevin Rojas e iniciar o nocaute técnico que concretizou no segundo round. Ismael Bonfim foi dominante contra o veterano Vinc Pichel, e após três rounds conseguiu triplo 30-27.

Ao lado de Joanderson Tubarão, o estreante Mauricio Ruffy se destacou no card preliminar

Lutadora da Kings MMA, equipe a qual exaltou ao final da luta, Dione Barbosa foi bem e venceu Ernesta Kareckaite por triplo 29-28. Estreando no UFC, Mauricio Ruffy mandou recado para categoria com o nocaute técnico sobre Jamie Mullarkey no primeiro round.

A luta entre Netto BJJ e Drakkar Klose foi muito disputada e também vaiada pelo público. Porém, no final, a torcida vibrou com uma vitória que parecia iminente após o brasileiro quase conseguir uma guilhotina e em seguida um knockdown. A luta foi para a decisão dos juízes, que deram triplo 29-28 a Drakkar, decretando a primeira derrota brasileira na noite.

Com Urijah Faber no córner, Myktybek Orolbai teve uma performance dominante sobre Elves Brenner, parceiro de treinos de Charles do Bronx. O brasileiro chegou a levantar o público com duas raspagens e alguns bons golpes, mas claramente cansou e não resistiu à pressão do quirguistanês, vencedor do combate por decisão unânime, mesmo tendo perdido um ponto no terceiro round para evitar uma queda.

Depois de duas derrotas brasileiras seguidas, Iasmin Lucindo entrou com dois tipos de pressão: a pessoal por vitória e a de manter o clima da torcida animado.de vitória e também com a pressão de não empolgou o público, mas foi dominante em todos os rounds e recolocou o Brasil nos trilhos da vitória.

Finalizando o card preliminar, Joanderson Tubarão atuou com muita pressão sobre Jack Shore, e usou chutes para machucar a perna do oponente e vencer por interrupção médica.

UFC 301
Sábado, 4 de maio de 2024
Farmasi Arena, Rio de Janeiro

Card Preliminar:
Joanderson Brito venceu Jack Shore por nocaute técnico aos 3m35s do 2º round
Iasmin Lucindo venceu Karolina Kowalkiewiczpor decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Myktybek Orolbai venceu Elves Brener por decisão unânime (triplo 29-27, tendo perdido um ponto por segurar na grade)
Drakkar Klose venceu Joaquim Netto BJJ por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Mauricio Ruffy venceu Jamie Mullarkey por nocaute técnico aos 4m42s do 1º round
Dione Barbosa venceu Ernesta Kareckaite por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Ismael Bonfim venceu Vinc Pichel por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Alessandro Costa venceu Kevin Borjas por nocaute técnico a 1m35s do 2º round