Faixa-preta da Gracie Barra mira Mundial No-Gi 2024 da CBJJE

0
56
Guilherme Lambertucci venceu 30 lutas em 2023 - Divulgação

Após um 2023 de bons resultados, com 35 lutas – sendo 30 vitórias e cinco derrotas – e alguns títulos, o faixa-preta Guilherme Lambertucci, da Gracie Barra, se prepara para o início de mais uma temporada no Jiu-Jitsu. Esta, inclusive, será a segunda desde que ele abriu a sua própria academia, em Minas Gerais.

Guilherme Lambertucci venceu 30 lutas em 2023 – Divulgação

Para este ano, os planos de Guilherme Lambertucci são seguir crescendo dentro e fora dos tatames, após um período de consolidação do seu jogo: “Sinto que ano passado foi um ‘aquecer de motores’ para o que está por vir. Para 2024 espero não apenas ganhar títulos e vencer adversários importantes, mas principalmente mostrar um Jiu-Jitsu refinado e bonito de se assistir”, afirmou o faixa-preta, que complementou:

“Acredito que consolidei bem o meu estilo de luta em 2023, entendendo o que está por trás das técnicas, além de reforçar alguns pontos fracos. E tudo isso se deve à aplicação de uma metodologia que temos desenvolvido na nossa escola”.

Uma das primeiras oportunidades de ver o sucesso dessa metodologia em prática em 2024 deve acontecer no Mundial No-Gi da CBJJE, evento sem quimono que está marcado para os dias 26, 27 e 28 de janeiro, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Campeão pesadíssimo no ano passado, Guilherme Lambertucci espera repetir a dose no campeonato atual, além de ir em busca do ouro absoluto: “No Mundial No-Gi de 2023 eu fiz uma apresentação ‘ok’, finalizando o Yatan Bueno na final da categoria. Já no absoluto, infelizmente passei mal devido a uma infecção alimentar e não consegui performar normalmente. Espero lutar novamente este ano”, disse o mineiro, elogiando ainda o trabalho da Confederação:

“A CBJJE tem melhorado absurdamente a qualidade dos seus eventos. A prova disso é a participação cada vez maior de grandes nomes do cenário. Lá sem dúvida o atleta tem a oportunidade de enfrentar desafios do mais alto nível”.