Garçom-lutador relembra nocaute mais rápido da história do Future MMA

O peso-galo Leo Alves precisou de apenas 19 segundos para vencer Willian Valentim por nocaute técnico na primeira edição do Future MMA, em janeiro deste ano. Esta é, até aqui, a luta mais rápida da história do evento, que vai para a sexta edição no próximo dia 28, no ginásio Ítalo Brasileiro, em São Paulo-SP. Assista:

“Eu treino para finalizar ou nocautear, mas na hora que joguei a mão, e ela entrou, eu pensei: melhor não dar oportunidade dele voltar. Por isso acelerei para terminar ali mesmo”, lembra o atleta da Power Lotus. “Na luta você não tem muita noção do tempo, então quando me falaram (que era o nocaute mais rápido) eu fiquei muito feliz. Graças a Deus deu certo.”

Antes do nocaute de 19 segundos, a vitória mais rápida de Leo Alves havia sido uma finalização por mata-leão aos 53 segundos, quatro meses antes. Apesar de se motivar pelo desafio, ele reconhece que bater o próprio recorde não será fácil. Mas uma coisa ele garante: o show.

“Seria ótimo quebrar o meu recorde, mas sei que é muito difícil, então estou indo pronto para tudo, seja lutar os três rounds ou acabar com a luta assim que possível. Podem ter certeza que vou para dar um show”, avisa Alves, que enfrenta Vinicius Lok Dog no Future MMA 6.

Fã dos ex-campeões do UFC Cody Garbrandt e Demetrious Johnson, Leo Alves venceu sete das 10 lutas que disputou como profissional. Apesar da carreira consistente, ele ainda não consegue se dedicar apenas à luta.

“Sou garçom nos finais de semana e dou algumas aulas particulares também. Mas trabalho duro para um dia conseguir viver só da luta, porque é o que eu amo fazer”, projeta. “Fazer história no Future faz parte do plano.”

​Para assistir Leo Alves em ação e todas as outras lutas do Future MMA 6 ao vivo e com exclusividade baixe o Future App, disponível gratuitamente no Google Play e na AppStore. A transmissão é em alta definição e com comentários em português e inglês.

Future MMA 6

Sexta-feira, 28 de junho de 2019

Centro Universitário ítalo Brasileiro, São Paulo-SP

77kg: Luiz Cado x Wendell Giácomo

66kg: Denis Silva x Kevin Souza

93kg: John Allan x Alexandre Silva

70kg: Eder Gama x Rodrigo Lídio

70kg: Ednilson Cai-Cai x Luigi Sorriso

66kg: David Valente x Bruno Beirute

61kg: Daniel Willycat x Henrique Budista

48kg: Valesca Tina x Maria Ribeiro

+120kg: Plínio Cruz x Douglas Big Monster

61kg: Léo Alves x Vinicius Lok Dog

70kg: Brenner Albert x Wallison Big bull

66kg: Filipe​ Floyd x Jeferson Silva