Jacaré rebate comentários de Anderson Silva e projeta retorno em abril

Jacaré planeja enfrentar algum top dos médios nos próximos meses – Foto: Getty Images/UFC

Em participação no RESENHA PVT no final do ano passado, Ronaldo Jacaré criticou a possibilidade de Anderson Silva ganhar a disputa de cinturão caso passe por Israel Adesanya, duelo que acontece no próximo dia 9. Na oportunidade, ele usou como um dos argumentos o fato do ex-companheiro de treino estar vindo de suspensão por doping. Dias depois, foi a vez de Spider dar o troco. Em coletiva de imprensa promovida em sua academia, o ex-campeão se disse decepcionado com o colega e revelou ainda que havia ‘comprado várias brigas’ por ele dentro da organização. Agora, em entrevista ao PVT, Jacaré dá sua tréplica.

“O Anderson disse que ficou chateado, ele também disse que me ajudou e que me aceitou na academia. Eu o ajudei também, o ajudei a fazer camp de treinamento para o Demian Maia, Thales Leites, Forrest Griffin e outros, e ele nunca me ajudou nesse sentido. E contra o Chris Weidman eu não o ajudei porque ele não quis. Talvez ele se arrependa de não ter aceitado minha ajuda e a história poderia ser diferente. Ele também disse que me aceitou na academia, mas eu sempre tive oportunidade de treinar em qualquer equipe, quer saber quem sou eu é só perguntar ao Pedro Rizzo. Eu treinava com ele na Usina de Campeões, pergunta para as pessoas que estão treinando agora comigo aqui na Fusion Xcel Performance e também podem perguntar a meu respeito com qualquer pessoa que me conhece”, disse o número 3 do ranking.

Projetando voltar ao octógono em março ou em abril, Jacaré espera que o UFC lhe dê alguém que pelo menos o credencie a lutar pelo cinturão.

“Todos os tops dessa divisão de peso já ganharam e já perderam. O Gastelum foi finalizado pelo Chris Weidman, Luke Rockhold perdeu para o Yoel Romero, Romero perdeu para o Whittaker e todos eles já lutaram pelo cinturão. Então, por que não me colocar para lutar pelo cinturão? O Romero luta uma vez por ano, cara, e colocam ele para lutar pelo cinturão. Eu quero minha chance, não quero saber.”

O brasileiro também aproveitou para passar a limpo uma acusação do próprio UFC, que alegou que ele teria recusado o convite para enfrentar Israel Adesanya. Segundo Jacaré, a história não é bem assim.

“O UFC falou que eu não quis lutar com o Adesanya. Eu falei que precisava de dois meses a mais para poder lutar com ele, e achei uma puta sacanagem porque eles não me deram esse tempo. Eles estão esperando mais de um ano para colocar Borrachinha e Romero para lutar. Por que não me dá dois meses? Não entendi. Depois falaram que eu não queria lutar… mentira! Eu iria dar a chance do Adesanya lutar comigo, porque eu estou lá no topo dos médios e ele está chegando agora, não ganhou de ninguém ainda, o cara top que ele ganhou eu venci duas vezes e fiz melhor que ele, e na segunda eu ainda estava de olho fechado. Se me dessem esse tempo, eles sabem que eu ia vencer a luta. O Adesanya não tem condições de me vencer, essa é a realidade”, garante.

Atualmente treinando na Fusion XCell, na Flórida, Jacaré faz questão de destacar o nível dos treinos, agora na companhia de importantes nomes do Jiu-Jitsu.

“O treino aqui está pegando fogo, tem vários bons wrestlers e especialistas em luta em pé, o Libório está dando uma força, o Rodolfo Vieira está aqui me dando uns amassos, então dá para perceber que os treinos estão bem duros. Treino de primeira linha.”

Abaixo, Jacaré analisa os principais confrontos da categoria:

Anderson x Adesanya

O favorito é o Adesanya, até pelas últimas lutas do Anderson. O Anderson lutou com o Derek Brunson e não foi muito bem, ganhou de forma apertada. E o Adesanya vem fazendo boas apresentações, está bem fisicamente e por isso é o favorito. Mas o Anderson é um grande atleta. Achar que vai ser fácil ganhar do Anderson, não vai, mas o favoritismo é todo do Adesanya.

Whittaker x Gastelum

Acredito que o Whittaker tenha mais chances de vencer, é bem forte para a categoria, é novo também, tem um bom gás, é inteligente na hora da luta. O Gastelum é aquele cara que surpreende, e não vai me surpreender se vencer essa luta também, mas na minha concepção, e eu já lutei com os dois, o favorito é o Robert Whittaker.

Romero x Borrachinha

Essa é a luta que eu estou doido para ver, que agrada muito os fãs. Nova geração chegando com tudo. Borrachinha nem é promessa mais, já é realidade, e o Romero está no topo da divisão, então é uma boa luta para o Borrachinha. Acredito que se o Borrachinha entrar com uma boa estratégia e um jogo sólido, ele boas chances de ganhar. Todos falam que o favorito é o Romero, mas eu estou apostando e torcendo pelo Borrachinha. Estamos precisando de brasileiros no topo dessa divisão.