Thiago Marreta pede disputa cinturão e revela preferência por Jon Jones: ‘Quero chocar o mundo’

Marreta conquistou a disputa de título- Foto: Getty Images/UFC

O terceiro nocaute seguido de Thiago Marreta na divisão dos meio-pesados, o mais recente sobre o número 4 da categoria, Jan Blachowicz, no último final de semana, deu a ele a confiança para pleitear uma disputa de cinturão já na sua próxima luta. Assim que desceu do octógono, o brasileiro explicou por que acha que merece a oportunidade e confessou preferir Jon Jones como adversário.

“Eu quero o cinturão. Se for o (Anthony) Smith de novo, eu vou vencer, se for o Jon Jones, claro que vai ser um desafio maior e que com certeza me empolga muito mais, porque eu quero chocar o mundo. Fiz por merecer, não tem ninguém. O cara que está disputando o cinturão, eu já venci, ele é o terceiro, depois sou eu, acabei de ganhar o quarto. O UFC não tem para onde correr, eles têm que me dar (a disputa de cinturão)”, disse ao canal oficial do UFC.

Marreta também revelou o motivo de ter caído no choro após definir a luta, com um nocaute no terceiro round. Segundo ele, alguns contratempos colocaram em risco sua performance.

“Uma semana antes da luta eu tive um lesão no menisco e eu não aguentava andar direito, quanto mais treinar, então semana passada fiquei só cuidando da lesão, fisioterapia, médico… Essa semana também eu tive um mal estar no estômago que me deixou vomitando, antes de entrar para a luta vomitei duas vezes escondido para ninguém saber que eu estava passando mal, só meus treinadores, que estavam ali comigo. Foram duas semanas difíceis e isso influencia na cabeça, eu não estava 100%.”