Rafael Morcego assina com o One Championship e estreia em outubro contra ex-campeão do Shooto

Campeão do Pancrase, brasileiro entra em ação contra o japonês Shoko Sato - Foto: Divulgação
Campeão do Pancrase, brasileiro entra em ação no dia 13 de outubro contra o japonês Shoko Sato – Foto: Divulgação

Rafael Morcego é o mais novo contratado do One Championship, maior evento de MMA da Ásia. Atual campeão dos galos do Pancrase, o catarinense assinou contrato esta semana e já tem data e adversário definidos para a sua estreia. Morcego fará o seu debute no dia 13 de outubro contra o ex-campeão do Shooto, o japonês Shoko Sato. O acerto com a sua nova “casa” não chegou a ser uma surpresa para o brasileiro, já que o Pancrase e o One Championship haviam acertado uma parceria entre eles, onde os campeões do evento japonês lutariam no One.

“Estou muito feliz por ter assinado com o One Championship. É um evento gigante, com grandes lutadores, e que a cada dia cresce mais. Eu já esperava assinar esse contrato porque já havia uma negociação entre os eventos. Eu estava apenas aguardando o desfecho para saber se assinaria com o One ou seria um representante do Pancrase no evento. No final, acabei sendo contratado pelo One. Vou fazer a minha estreia em outubro contra o Sato. Será uma luta dura, contra um atleta bem experiente, mas espero estrear com o pé direito”, disse Morcego.

De fato Shoko Sato é um atleta bem experiente. Aos 31 anos, o japonês, que possui um cartel com 52 lutas, sendo 32 vitórias, 16 derrotas, três empates e um no contest, também já atuou pelo Pancrase, é ex-campeão do Shooto e venceu oito de suas últimas dez lutas. Diante de um oponente deste calibre, uma vitória poderia dar a Morcego uma chance cinturão. No entanto, o atleta da Astra Fight Team, que construiu um cartel de 30 vitórias e apenas seis derrotas, não pensa sobre isso no momento.

“Quero lutar e fazer uma boa estreia, sem pensar ainda no cinturão. Quero ir devagar, sem pressa, conquistando o meu espaço. O Bibiano Fernandes é o atual campeão, um cara muito duro, que já conheço há muito tempo. Mas não estou pensando nele ou no título agora. Meu foco é fazer uma boa estreia e aos poucos crescer na organização”, concluiu o lutador de 34 anos.