Vídeo: Demian Maia apresenta sua nova academia-museu com dojos em homenagem a grandes mestres

Considerado uma das maiores referências do Jiu-Jitsu no MMA, Demian Maia acaba de inaugurar uma nova academia em São Paulo, onde, além da técnica ensinada por um dos maiores lutadores da história, o aluno poderá conhecer a história do esporte. No vídeo abaixo Demian nos apresenta o museu e os três dojos batizados com o nome de grandes ícones do esporte: Hélio e Carlos Gracie, Carlson Gracie e Fábio Gurgel.

A @escolademianmaia fica localizada na Av. Imperatriz Leopoldina 1571 próxima ao parque Vila-Lobos. Segundo Demian, a nova academia terá espaço para todos os apaixonados pela arte suave, mas o principal foco não será a competição.

“Teremos aulas de Jiu-Jitsu com e sem quimono (iniciante e avançado), Jiu-Jitsu voltado ao MMA, Jiu-Jitsu exclusivamente feminino, infantil e aulas particulares. O objetivo é trazer uma galera que admira mas tem receio de se machucar, ensinando da forma mais segura possível e também trazer ex-praticantes que treinaram numa época de muita ‘casca-grossada’ e hoje querem treinar com mais qualidade sem se matar”, explicou o campeão, que aos 43 anos continua em atividade, inclusive, aguardando o UFC definir seu próximo oponente para esta que pode ser a sua luta de despedida do MMA.

Em sua última luta Demian foi derrotado por Gilbert Burns, que será o próximo brasileiro a disputar o cinturão dos meio-médios contra Kamaru Usman. Antes, porém, Demian vinha de uma sequência de três vitórias em 2019 (sobre Lyman Good. Rocco Martin e Ben Askren). Não por acaso o brasileiro continua em 6º lugar no ranking dos meio-médios e mesmo aos 43 anos de idade continua sendo considerado, por toda sua história, construída em 12 anos e 32 lutas no evento, como o maior representante do Jiu-Jitsu na história do UFC.