Vídeo: os melhores momentos da derrota de Jacaré, do empate de Shogun e do nocaute de Charles Do Bronx

Realizado nesse final de semana, o UFC São Paulo não foi dos melhores para o exército brasileiro. Das 12 lutas entre anfitriões e estrangeiros, apenas quatro terminaram a favor dos tupiniquins. Na luta principal, Ronaldo Jacaré foi superado por Jan Blachowicz em uma decisão dividida e bastante contestada pelo dono da casa.

“Todas as vezes em que as luta é apertada eu nunca venço, nunca me dão a vitória”, desabafou Jacaré ainda no octógono. Em seguida, o brasileiro revelou que foi acometido por uma coqueluche 10 dias antes.

Na luta coprincipal, mais decisão polêmica. Depois de três rounds de absoluto equilíbrio, os jurados marcaram empate entre Maurício Shogun e Paul Craig, para protesto do brasileiro, que afirma ter feito o suficiente para vencer o combate.

Os brasileiros responsáveis por despacharem os gringos foram Charles Do Bronx, André Sergipano, Ricardo Carcacinha e Francisco Massaranduba. Do Bronx nocauteou Jared Gordon com autoridade no segundo minuto de luta e Carcacinha finalizou Eduardo Garagorry com um mata-leão também no round inicial. Sergipano e Massaranduba superaram Antônio Arroyo e Bobby Green, respectivamente, por decisão unânime.

No duelo entre brasileiros, todos terminaram por decisão unânime. Melhor para Wellington Turman, Douglas D’Silva e Ariane Lipski, que levaram a melhor sobre Markus Maluko, Renan Barão e Isabela de Pádua.

Serginho Moraes, Warlley Alves e Vanessa Melo não tiveram uma das melhores noites. Enquanto Melo perdeu para Tracy Cortez por decisão unânime, Moraes foi nocauteado por James Krause, no terceiro round, e Alves finalizado por Randy Brown com um triângulo ainda no primeiro assalto.

UFC São Paulo

16 de novembro de 2019

Jan Blachowicz venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida
Maurício Shogun x Paul Craig foi declarada empate dividido
Charles do Bronx nocauteou Jared Gordon no R1
André Sergipano venceu Antônio Arroyo por decisão unânime
Wellington Turman venceu Markus Maluko por decisão unânime
James Krause nocauteou Serginho Moraes no R3
Ricardo Carcacinha finalizou Eduardo Garagorri com um mata-leão no R1
Francisco Massaranduba venceu Bobby Green por decisão unânime
Randy Brown finalizou Warlley Alves com um mata-leão no R2
Douglas D’Silva venceu Renan Barão por decisão unânime
Ariane Lipski venceu Isabela de Pádua por decisão unânime
Tracy Cortez venceu Vanessa Melo por decisão unânime