Após estreia vitoriosa, Amanda Ribas pede para voltar ao octógono em outubro

Amanda Ribas não sentiu o peso de estrear no octógono mais famoso do mundo e, mesmo após mais de três anos sem lutar, teve uma atuação de gala diante de Emily Whitmire no último sábado em Minnesota, EUA.

Faixa-preta de Judô e Jiu-Jitsu, a peso-palha não deu chances à americana, chegou próximo de finalizar no primeiro round, mas a vitória veio mesmo no segundo, com um mata-leão. Agora, ela quer correr atrás do tempo perdido.

“Eu queria ter pedido lá no cage… vi que vai ter um UFC no dia 18 de outubro, e é aniversário da minha mãe, então eu queria pedir o Mick (Maynard, matchmaker do UFC) para me deixar lutar em outubro (risos). Meu plano é esse. Eu já quero lutar de novo. Só quem é lutador sabe o quanto é gostoso estar ali colocando o trabalho à prova. É muito bom!”, destacou a mineira de Varginha.