Bruno Gazani vence a terceira e tailandês mantém cinturão no GLORY 75

Brasileiro venceu mais uma - Foto: Glory
Brasileiro venceu mais uma – Foto: Glory

Realizado em Utrecht, na Holanda, o GLORY 75 iniciou o ano letivo da maior organização de kickboxing do mundo como manda o figurino: repleto de destaques e lances contundentes. Em busca da terceira vitória seguida, o peso-leve paulista (até 70kg) Bruno Gazani subiu ao ringue no bloco da Super Fight Series, desta vez contra o belga/marroquino Mohammed Hendouf. Com o volume de golpes intenso e característico em ambos os lados, o combate logo se transformou em grande batalha campal.

Pressionando desde o início, o brasileiro aplicou golpes potentes em momentos-chave e garantiu boas vantagens nos três rounds. Hendouf retrucava com versatilidade nas combinações de socos e chutes, mantendo a luta palmo a palmo até o último gongo. No final, o triunfo por decisão dividida ficou com o brasileiro, que segue invicto na organização desde a estreia, em outubro do ano passado.

“Foi um desafio complexo de julgar por causa dos estilos parecidos. Ele se movimentou bastante e foi difícil colocá-lo contra as cordas. Mas quando consegui, o jogo fluiu com mais eficiência e isso fez a diferença”, disse Gazani.  “O peso-leve é a divisão mais concorrida do GLORY. O nível técnico aumenta a cada desafio. Estou sempre pronto e quero voltar ao ringue o mais rápido possível”, completou.

Rotina

No main event da noite, o tailandês campeão dos penas (até 65.5kg) Petchpanomrung enfrentou o ucraniano Serhii Adamchuk. Com domínio pleno da distância durante boa parte dos cinco rounds e combos precisos de socos e chutes médios, o thai minou paulatinamente a resistência e movimentação do adversário, que teve os melhores momentos quando tentou variar chutes, mas novamente acabou engolido pelo jogo robusto e metódico do asiático.

No final, vitória por decisão unânime para Petch, além do 3 a 0 garantido no placar da trilogia contra o oponente.

No Brasil, o GLORY sempre é transmitido no Youtube oficial da organização (bloco com as Preliminares e Super Fight Series), e no DAZN Brasil (Numbered Series).

Resultados oficiais – GLORY 75

Petchpanomrung venceu Serhii Adamchuk por decisão unânime

Yousri Belgaroui venceu Jakob Styben por TKO

Tyjani Beztati venceu Michaël Palandre por TKO

Jamie Bates venceu Harut Grigorian por decisão unânime

Sergej Maslobojev venceu Roël Mannaart por TKO

Anissa Meksen venceu Jiwaen Lee por TKO

Guerric Billet venceu Artur Saladiak por decisão unânime

Bruno Gazani venceu Mohammed Hendouf por decisão dividida

Vincent Foschiani venceu Sijun Jin por decisão unânime

Antonio Campoy venceu Bowie Zonneveld por decisão unânime

Lorena Klijn venceu Almira Tinchurina por decisão unânime