Charles do Bronx vence prêmio de “Finalização do Ano” no Oscar do MMA; confira vencedores

0
134

Na noite desta quinta, em Las Vegas, EUA, ocorreu a cerimônia de premiação da Fighters Only, considerada o “Oscar do MMA”. O Brasil concorria em algumas categorias, e venceu com Charles do Bronx. O ex-campeão dos penas levou o prêmio com sua finalização sobre Justin Gaetjena defesa de cinturão. Treinador de Charles, Diego Lima também concorria, mas Eugene Bareman, treinador de Israel Adesanya e Alexander Volkanovski, foi o vencedor.

Charles do Bronx finalizando Dustin Poirier rendeu o Oscar do MMA em 2022 (Arte: Fighters Only)

Veja abaixo os resultados completos (vencedor ao lado da categoria):

Lutador do Ano: Alexander Volkanovski
Johnny Eblen
Charles Oliveira
Islam Makhachev
Francis Ngannou

Lutadora do Ano: Valentina Shevchenko
Julianna Peña
Cris Cyborg
Kayla Harrison
Raquel Pennington

Revelação do Ano: Paddy Pimblett
Tai Tuivasa
Mateusz Gamrot
Molly McCann
Johnny Eblen

Lutador “internacional”: Alexander Volkanovski
Roberto Soldic
Mateusz Gamrot
Islam Makhachev
Khamzat Chimaev

Luta do Ano: Jiri Prochazka vs. Glover Teixeira – UFC 275
Justin Gaethje vs. Michael Chandler – UFC 268
Alexander Volkanovski vs. Brian Ortega – UFC 266
Khamzat Chimaev vs. Gilbert Burns – UFC 273
Max Holloway vs. Yair Rodriguez – UFC Vegas 42

Nocaute do Ano: Michael Chandler (chute) vs. Tony Ferguson – UFC 274
Ignacio Bahamondes (chute rodado) vs. Roosevelt Roberts – UFC Vegas 34
Sergio Pettis (soco rodado) vs. Kyoji Horiguchi – Bellator 272
Molly McCann (cotovelada) vs. Luana Carolina – UFC London
Roman Faraldo (joelhada voadora) vs. Robert Turnquest – Bellator 271

Finalização do Ano: Charles Oliveira (mata-leão) vs. Dustin Poirier – UFC 269
Jiri Prochazka (mata-leão) vs. Glover Teixeira – UFC 275
Stevie Ray vs. Anthony Pettis – PFL 5
Oliver Enkamp vs. Mark Lemminger – Bellator 281
Jessica Andrade vs. Amanda Lemos – UFC Vegas 52

Virada do Ano (“volta por cima”): Aljamain Sterling
Sergio Pettis vs. Kyoji Horiguchi – Bellator 272
Carla Esparza
Clay Guida vs. Leonardo Santos – UFC on ESPN 31
Chris Curtis

Surpresa do Ano: Julianna Peña vs. Amanda Nunes – UFC 269
Mariusz Pudzianowski vs. Michal Materla – KSW 70
Matheus Scheffel vs. Bruno Cappelozza – PFL 5
Ben Parrish vs. Christian Edwards – Bellator 266
Seika Izawa vs. Ayaka Hamasaki – RIZIN 33

Melhor organização: UFC
Bellator
PFL
Cage Warriors
KSW

Líder do Ano: Dana White (UFC)
Scott Coker (Bellator)
Peter Murray (PFL)
Graham Boylan (Cage Warriors)
Kerrith Brown (IMMAF)

Árbitro do Ano: Marc Goddard
Jason Herzog
Mike Beltran
Mark Smith
Keith Peterson

Analista do Ano: Michael Bisping
Paul Felder
Dan Hardy
Kenny Florian
Dominick Cruz

Personalidade: Joe Rogan
Laura Sanko
Daniel Cormier
Chael Sonnen
Jon Anik

Melhor programa de MMA: Morning Kombat
UFC Embedded
Dana White Contender Series
The MMA Hour
JRE MMA Show

Veículo de noticias: ESPN
MMA Fighting
MMA Junkie
BT Sport
Sherdog

Jornalista: Ariel Helwani
John Morgan
Shaheen Al-Shatti
Aaron Bronsteter
Mike Bohn

Treinador do Ano: Eugene Bareman
Eric Nicksick
Mike Brown
Henri Hooft
Diego Lima

Equipe do Ano: City Kickboxing
Xtreme Couture
American Top Team
Kill Cliff FC (formerly Sanford MMA)
Fortis MMA

Preparador do Ano: Heather Linden
Phil Daru
Jordan Sullivan
Andrew Wood
Corey Peacock

Ring girl: Brittney Palmer
Arianny Celeste
Luciana Andrade
Brooklyn Wren
Chrissy Blair

Espírito de Luta: Kevin Holland (Bravura – dentro e fora do cage, ajudando sua comunidade diante do perigo em diversas ocasiões)
Aaron Aby (coração, sobrevivendo ao câncer e lutando contra a fibrose cística para se tornar um dos principais candidatos no Cage Warriors)
Bryce Mitchell (Caridade – dedicando metade de sua bolsa de luta do UFC 272 para ajudar crianças com necessidades médicas em sua terra natal, Arkansas, com uma menção especial para Dana White, que igualou a contribuição de Mitchell)
Alexander Volkanovski (Determinação – demonstrando a vontade de um campeão de superar adversidades e batalhar por meio de uma finalização aparentemente inevitável de Brian Ortega)
Robbie Lawler (Compaixão vs. Nick Diaz – mostrando verdadeiro respeito e preocupação genuína com o bem-estar de seu oponente)