Em alta no UFC, irmãos Gilbert e Herbert Burns atentam para importância da psicologia esportiva

Dra. Luciana é peça importante no staff dos irmãos sensação do UFC - Foto: Acervo Pessoal
Dra. Luciana é peça importante no staff dos irmãos sensação do UFC – Foto: Acervo Pessoal

Definitivamente não faltam motivos para os irmão Burns comemorarem ultimamente. Sete dias depois de Gilbert Burns dominar cada minuto dos 25 minutos de luta contra o ex-campeão Tyron Woodley, seu irmão mais novo, Herbert, abriu o UFC 250 com uma finalização relâmpago sobre o duríssimo Evan Dunham, conquistando sua segunda vitória no Ultimate. Agora, enquanto Gilbert foi oficialmente escalado para disputar o cinturão dos meio-médios contra o parceiro de treinos Kamaru Usman no UFC 251, marcado para o dia 11 de julho, Herbert já pede um top 15 do ranking dos penas. Conhecidos pelos companheiros de treino por sua dedicação, os irmãos Burns têm outro ponto em comum: a preocupação com o preparo mental. 

“O MMA é o esporte mais duro que existe. Da mesma maneira que você treina o corpo, tem que treinar a mente. Não adianta estar preparado na parte técnica, física e tática, se sua cabeça não está legal”, garante Gilbert, que começou a trabalhar com a psicóloga esportiva Luciana Castelo Branco em 2016, quando foi a Brasília enfrentar Michel Prazeres.

“Nesta época não tinha noção do que significava psicologia esportiva, mas depois que o Vicente Luque me contou sobre os resultados que a Luciana vinha conseguindo com ele, com a Sarah Menezes (campeã olímpica de Judô) e Rodolfo Vieira, decidi testar. Hoje não consigo imaginar minha preparação sem a Luciana”, reconhece Gilbert, que não tardou a trazer seu irmão Herbert.

“A maioria das pessoas tem uma visão equivocada sobre psicologia, confundem com coaching ou algo motivacional. Não é nada disso, até porque eu e meu irmão não precisamos de motivação para treinar”, conta Herbert, prontamente complementado pelo irmão. 

“O diferencial do trabalho da Luciana está nas técnicas que ela usa, não só para nos blindar mentalmente, mas principalmente para organizar nosso treinamento até fora do período de camp. Técnicas como visualização (minha predileta), associação, dureza mental, escada de metas, diálogo interno, controle de metas. Em cada fase da preparação trabalhamos uma dessas”.

De acordo com anúncio oficial feito pelo UFC nessa terça-feira, a próxima luta de Durinho já será pelo título. Mas, mesmo antes de receber esta aguarda notícia Gilbert, já havia começado sua preparação mental com a psicóloga. 

“Na realidade dois dias depois da luta com Woodley eu já fui me consultar com ela para avaliar os objetivos alcançados, iniciar nosso plano base e planejar nossa escada de objetivos”, contou Durinho, que com a boa notícia não só subiu mais um degrau na escala de metas estipulada com a Dra. Luciana, como  também deu um importante passo em direção à realização do maior sonho que compartilha com o irmão Herbert: serem os primeiros irmãos campeões da história do UFC.