Em produção do UFC, Thiago Marreta analisa as lutas mais marcantes de sua trajetória na organização

Sábado Thiago Marreta faz a luta que pode ser o divisor de águas de sua história. Contra Jon Jones, em Las Vegas, o brasileiro pode chocar o mundo ao se tornar campeão meio-pesado do UFC ao desbancar o rei absoluto da história da categoria.

Em uma produção do UFC, o atleta da Tatá Fight Team fez uma análise daqueles que ele julga ser as lutas mais marcantes de sua trajetória na organização até aqui, incluindo a derrota para Cezar Mutante em sua estreia.

“Nessa minha estreia eu estava muito impressionado com tudo aquilo, com a grandiosidade do evento, do público. Me lembro que olhava ao redor da arena e estava lotada, eu nunca tinha lutado para tantas pessoas assim. Isso tirou um pouco meu foco, eu não estava nem focado na luta, no meu adversário, eu estava encantado com tudo aquilo que eu estava vivendo, parecia que eu estava sonhando, não parecia que eu estava ali. O Bruce Buffer me anunciando… eu estava encantado, e quando vi, a luta já tinha acabado”, relembrou Marreta, que naquela ocasião acabou finalizado em menos de 50 segundos de luta.

A partir daquela derrota, o brasileiro mais venceu do que perdeu. Só entre os pesos médios foram 10 vitórias e quatro derrotas. Em setembro do ano passado, Marreta decidiu subir para os meio-pesados e simplesmente atropelou os três adversários que entraram em sua frente: Eryk Anders, Jimi Manuwa e Jan Blachowicz, respectivamente, até ser credenciado para disputar o cinturão.

“Chego com a mesma tranquilidade, chego focado, eu sei do meu potencial, fiz uma boa preparação para esta luta. Cada luta é uma luta, a gente sabe das qualidades do adversário, é um adversário bem duro, mas a gente treinou para ele, está bem preparado. Vou lá, vou impor meu ritmo, vou fazer o que tem que ser feito. Cada luta é uma luta, não quer dizer que a luta vai ser como a luta passada, mas com certeza eu vou vencer. De alguma forma, a vitória vai ser minha”, confia.

UFC 239

Sábado, 7 de julho de 2019

Las Vegas, EUA

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):

Peso-meio-pesado: Jon Jones x Thiago Marreta
Peso-galo: Amanda Nunes x Holly Holm
Peso-meio-médio: Jorge Masvidal x Ben Askren
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz x Luke Rockhold
Peso-meio-médio: Diego Sanchez x Michael Chiesa

CARD PRELIMINAR (19h15, horário de Brasília):

Peso-pena: Gilbert Melendez x Arnold Allen
Peso-galo: Marlon Vera x Nohelin Hernandez
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Randa Markos
Peso-galo: Alejandro Perez x Song Yadong
Peso-médio: Edmen Shahbazyan x Jack Marshman
Peso-meio-médio: Ismail Naurdiev x Chance Rencountre
Peso-galo: Julia Avila x Pannie Kianzad