Ex-peixeiro, Carlos Crocodilo luta no Future FC em busca de uma nova chance no MMA internacional

Tocantinense radicado em Goiás encara Manoel “Maranhão” este sábado (19) em São Paulo - Foto: Divulgação ACB
Tocantinense radicado em Goiás encara Manoel “Maranhão” este sábado (19) em São Paulo – Foto: Divulgação ACB

Carlos Abreu, o Crocodilo, deixou a pequena Santa Rosa, município do Estado de Tocantins, que possui menos de cinco mil habitantes, e seu mudou para Goiás em busca de um sonho: ser lutador profissional de MMA. De família humilde, o lutador já trabalhou na roça com seus pais e já foi peixeiro, mas hoje vive exclusivamente das artes marciais. O peso galo já fez dez lutas de MMA e vem de três vitórias seguidas, a última delas pelo ACB (Absolute Championship Akhmat), que aconteceu na Inglaterra. Crocodilo sonha com uma nova oportunidade em um grande evento internacional e, neste sábado (19), em São Paulo, ele terá uma grande oportunidade de mostrar o seu trabalho no Future FC 9, evento que tem servido de vitrine para os lutadores brasileiros.

“Saí de casa muito novo para conseguir realizar o meu sonho. Já trabalhei como peixeiro e trabalhei na roça com os meus pais. Sou de uma família bastante humilde. Por isso o meu sonho é assinar com um grande evento e dar um futuro melhor para os meus filhos e para a minha família. Quando fui lutar na Inglaterra, foi a realização de um sonho. Passou um filme na cabeça. O menino que saiu do mato lutando na terra da rainha, país que eu só via nos filmes. E tive o meu braço levantado pelo Herb Dean, um dos maiores árbitros de MMA do mundo. Por tudo isso, a minha expectativa para lutar no Future FC é muito grande, pois o evento está sendo considerado um dos maiores do Brasil. Venho de três vitórias muitas boas em grandes eventos. Se Deus quiser vou ganhar mais essa no Future FC. Em seguida, meu plano é disputar o cinturão do Future ou então assinar com outro grande evento”, disse o tocantinense.

Em busca da quarta vitória seguida no MMA, Crocodilo terá pela frente o maranhense Manoel Moreira dos Santos, o Maranhão, que possui 11 lutas de MMA, com oito vitórias e três derrotas. Maranhão também está fazendo a sua estreia no Future e, apesar de não viver um bom momento no MMA, já venceu cinco lutas por nocaute na carreira. Já Crocodilo, das oito vitórias conquistadas até agora, quatro delas terminaram por finalização.

“Ele está vindo de uma fase ruim, mas eu o respeito. Luta é luta e tudo pode acontecer, mas eu garanto que essa vitória será minha. Estou muito focado em buscar essa vitória. É a minha chance de voltar a ter visibilidade no MMA e quem sabe assinar com um grande evento internacional. Eu preciso dessa vitória. Me considero um lutador completo e acredito que sou um dos melhores 61kg do Brasil. Sou faixa-preta de Jiu-Jitsu, e sei que tenho uma boa trocação. Por isso, não importa se o meu oponente está preparado ou não, a porrada vai comer e a vitória será minha”, concluiu o casca-grossa.