Future MMA promove lutas em evento de RAP

Depois de batalhas de rap no evento de MMA, chegou a vez do MMA dentro do evento de rap - Foto: Fernando Coelho
Depois de batalhas de rap no evento de MMA, chegou a vez do MMA dentro do evento de rap – Foto: Fernando Coelho

Sucesso de público e audiência, a 9a edição do Future MMA – realizada no último sábado (19), em São Paulo – entrou para a história da organização. E, após promover o evento dentro da maior feira de bem-estar do país, a Brasil Trading Fitness Fair, o Future continua inovando e agora levará uma amostra do seu show para o aniversário de 3 anos da Batalha da Aldeia.

Com 1,7 milhão de inscritos em seu canal no YouTube, a Batalha da Aldeia já figura como um dos maiores eventos de duelo de rima da América Latina. Por conta disso, o grupo projeta comemorar o seu aniversário no dia 28 de outubro em grande estilo: com as batalhas de RAP realizadas em um octógono montado dentro da casa de festas ‘Audio’, em meio a lutas de MMA.

“Vejo grande similaridade entre o RAP e o MMA. Ambos contam com histórias de superação e recomeços. No entanto, no Brasil ainda existe preconceito em relação ao RAP como movimento musical, algo similar ao que ocorre com o MMA, que muitos ainda não enxergam como esporte. E a fusão da Batalha da Aldeia com o Future veio para quebrar esse paradigma e mostrar que o RAP e o MMA já caíram no gosto do povo e estão em franca ascensão no país”, ressaltou Jorge Oliveira, CEO do Future MMA.

Para o evento da próxima segunda-feira, o Future MMA escalou atletas das quatro regiões (norte, sul, leste e oeste) da capital paulista, dando oportunidade a competidores. Além do confronto entre os pesos-moscas (57 kg) Artur Madrugadão e Manoel Aranha, o show também contará com a luta entre os leves (70 kg) Rhalber Cavalo e Diogo Pink. Os combates ocorrerão no intervalo das batalhas de rimas, que serão apresentadas pelo líder da Batalha da Aldeia, Bob Treze.

Empolgado com a oportunidade de comemorar o aniversário do movimento que lidera em meio a lutas de MMA, Bob Treze projeta uma longa parceria de sucesso entre a Batalha da Aldeia e o Future. Além disso, o líder do maior duelo de rimas do Brasil se revelou fã de artes marciais mistas desde a época do PRIDE, extinta organização japonesa que marcou época nos anos 90.

“A experiência de unificar Batalha de MCs e MMA é algo revolucionário, acredito que seja inédito no mundo. Sonhos e vidas estão envolvidas, muitos talentos ocultos que procuram um lugar ao sol, que passam dificuldades e problemas pessoais e enfrentam as más condições de vida que nosso país proporciona e o poder dos movimentos de salvar vidas é fantástico. Várias pessoas voltando a estudar, saindo do mundo do crime, escapando da depressão e treinando diariamente para ser alguém melhor e dar orgulho para família e amigos”, contou.

“Eu conheci o MMA na época do PRIDE, com Fedor, Cro Cop, Vitor Belfort, Wanderley Silva e eles foram meus ídolos na luta por muito tempo, ainda hoje assisto e sinto aquela nostalgia de ter feito parte dessa época. (…) Vejo o Brasil como a maior potencia de MMA do Mundo e em menos de um ano o Future já mostrou que vem para deixar um legado. E a união com a Batalha da Aldeia quebra paradigmas. Em breve o mundo irá conhecer o potencial dessa junção. Viemos para fazer história”, concluiu.

Future MMA Batalha da Aldeia

28 de outubro de 2019, em São Paulo

Horário: a partir das 17hs

Local: Audio (Av. Francisco Matarazzo, 694 – Barra Funda)

Peso-mosca: Artur Madrugadão x Manoel Aranha
Peso leve: Rhalber Cavalo x Diogo Pink