Luís Henrique KLB espera que vitória sobre irmão de Fedor o recoloque no radar do UFC: ‘Ainda estou entre os melhores’

Luís Henrique KLB está de volta ao cenário internacional. O lutador de 25 anos volta à divisão dos pesados para enfrentar Aleksander Emelianenko, irmão da lenda Fedor, no evento Battle on Volga, no dia 10 de maio em Samara, na Rússia.

Em bate-papo com o PVT, o atleta da Tatá Fight Team, que vem de vitória no WOCS em sua primeira luta pós-UFC, exaltou as qualidades do russo, mas mostrou estar confiante para ampliar a sequência de vitórias.

“Ele é um cara de 37 anos, com muita bagagem e ainda luta em alto nível. Para mim, vai ser uma honra lutar com ele, porque eu assistia esse cara lutar no Pride. Sei que ele é uma carne dura de pescoço, mas estou preparado”, garante. “Uma vitória sobre ele pode me alavancar, até me colocar de novo no UFC. Sei que estou entre os melhores ainda.”

Quem está ajudando KLB para este desafio são os kickboxers Anderson Braddock Silva e Alex Chadud. De acordo com KLB, em comparação aos treinamentos, a luta contra o irmão de Fedor tem tudo para ser “divertida”.

“Estou tomando muita porrada do Braddock. Chegando lá serão 15 minutos de festa, momento de alegria… sangue, toma soco, dá soco, agarra… (risos)”, brincou.

Apesar da idade, Aleksander Emelianenko vem de boas performances e venceu cinco das últimas seis lutas que disputou- e vem de empate na mais recente. Ao todo, ele possui 28 vitórias, sete derrotas e esse empate.