Raphael Assunção explica hiato e projeta ‘luta bem tática’ no UFC 241

O peso-galo Raphael Assunção retorna ao octógono neste sábado, na Califórnia, contra Cory Sandhagen, pouco mais de seis meses após a sua última luta, quando foi derrotado pelo compatriota Marlon Moraes. O hiato não foi por conta de lesão, mas, sim, programado pelo próprio lutador.

“Comentei com a minha esposa, com a minha família, pedi para não falarem de luta comigo… Foi legal para recarregar as energias, rever os pensamentos. Foi uma coisa bem natural, não foi nada demais, só um tempo para mim mesmo”, disse em entrevista ao canal oficial do UFC.

Agora atleta da American Top Team, o brasileiro analisou o que espera do combate contra o norte-americano e deixou claro que não vai fugir das suas próprias características.

“Imagino uma luta bem tática, ele é mais magro, mais alto. A ente treinou especificamente para ele e para o que eu gosto de fazer. Trabalhei muito nas minhas características, porque eu já deixei de fazer em algumas lutas por focar tanto nos meus oponentes. Se eu gosto de movimentar para um lado, eu vou continuar fazendo independentemente do que o meu oponente faz.”

UFC 241

Califórnia, EUA

Sábado, 17 de agosto de 2019

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Daniel Cormier x Stipe Miocic
Peso-meio-médio: Anthony Pettis x Nate Diaz
Peso-médio: Yoel Romero x Paulo Borrachinha
Peso-pena: Gabriel Benítez x Sodiq Yusuff
Peso-médio: Derek Brunson x Ian Heinisch

CARD PRELIMINAR (19h15, horário de Brasília):
Peso-leve: Devonte Smith x Khama Worthy
Peso-galo: Raphael Assunção x Cory Sandhagen
Peso-leve: Christos Giagos x Drakkar Klose
Peso-galo: Manny Bermudez x Casey Kenney
Peso-palha: Hannah Cifers x Jodie Esquibel
Peso-galo: Kyung Ho Kang x Brandon Davis
Peso-mosca: Sabina Mazo x Shana Dobson