Ricardo Arona critica falta de finalizações no Jiu-Jitsu e relembra ‘profecia’ sobre Jon Jones

https://youtu.be/Ag0DMiIXrKc

A um mês de completar 10 anos da última vez que subiu ao ringue para um duelo de MMA, Ricardo Arona não dá sinais de que pretende se testar novamente num evento competitivo. Focado em dar aulas de Jiu-Jitsu em Itacoatiara, Niterói, e ministrar seminários pelo mundo, o faixa preta de Carlson Gracie revelou em entrevista ao PVT que seu objetivo é formar novos lutadores.

Lenda do Pride na divisão de peso que hoje seria a de Jon Jones, Ricardo Arona relembrou a profecia que fez em 2011 sobre o campeão meio-pesado do UFC. Ele também criticou a suposta falta de finalizações nas competições de Jiu-Jitsu.

“Acho que o pessoal joga muito o Jiu-Jitsu esportivo, muito atrás de vantagem, de placar, e uma das finalidades do Jiu-Jitsu é dominar e finalizar, acabar com o combate. Essa era a filosofia do Carlson Gracie, e eu sinto falta disso”, destacou o campeão do ADCC.