Trilogia com Shogun marca despedida de Minotouro do MMA: ‘Faz sentido que seja contra ele’

Primeiro capítulo do confronto aconteceu no extinto Pride FC - Foto: Marcelo Alonso
Primeiro capítulo do confronto aconteceu no extinto Pride FC – Foto: Marcelo Alonso

Duas lendas do MMA brasileiro ficarão frente a frente pela terceira vez. Presidente do maior evento de MMA do mundo, Dana White confirmou na noite de ontem (20), em entrevista à ESPN americana, que Maurício Shogun e Rogério Minotouro vão se enfrentar pelo UFC 250, marcado para o dia 9 de maio, em São Paulo. O combate será o último da carreira de Minotouro no MMA. Aos 43 anos, Rogério construiu um cartel com 23 vitórias e apenas nove derrotas. Desde 2015 ele vinha alterando vitórias e derrotas. Com um placar favorável ao curitibano, que venceu o duelo entre os dois no Pride em 2005 e depois no UFC 190, realizado no Rio de Janeiro em 2015, o duelo poderá ser a chance do baiano diminuir o placar e encerrar a carreira com vitória.

“Eu estava um tempo parado por conta de uma lesão nas costas. Vinha me preparando para lutar no final do ano passado, mas tive que desmarcar a luta. Agora que me recuperei, eu estava procurando um combate que fizesse sentido pra mim, e essa luta com Shogun faz bastante sentido pra mim. Nos enfrentamos pela primeira vez em 2005, onde fizemos uma das lutas mais comentadas da história, uma das melhores lutas da história do Pride. Em 2015 eu tive a oportunidade de fazer a revanche já pelo UFC. Essa luta também foi muito parelha. Tenho plena consciência que venci os dois primeiros rounds, mas os juízes deram a vitória pra ele”, disse Rogério, garantindo que, logo após o duelo, recebeu a promessa de uma revanche.

“Eu contestei bastante o resultado e o Dana White tinha me prometido uma revanche. E agora, cinco anos depois, estou tendo a oportunidade de lutar contra ele de novo. Será a última luta da minha carreira, será a minha despedida, então faz sentido que seja contra o Shogun. Será desafiador e ao mesmo tempo motivante fazer essa revanche. Agradeço ao Shogun por me dar essa oportunidade. Tenho certeza que faremos uma grande luta novamente”, declarou Rogério.

Rogério não luta desde maio do ano passado. Desde o último encontro entre os dois ele conviveu com algumas lesões que o fizeram subir poucas vezes ao octógono. Cinco anos mais novo, Shogun vive um momento melhor no MMA. Desde a vitória sobre o compatriota, ele venceu três duelos, perdeu apenas um e empatou em seu último combate, quando enfrentou Paul Craig em novembro no UFC São Paulo.

O UFC 250 será realizado Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e terá como luta principal o combate entre o campeão duplo do UFC Henry Cejudo e o ex-campeão dos penas José Aldo. O evento marca também o retorno do ex-campeão dos peso-pesados Fabrício Werdum ao octógono. Confira abaixo as lutas confirmadas até o momento.

UFC 250
Ginásio do Ibirapuera, São Paulo (SP)
Sábado, 9 de maio de 2020

Peso-galo: Henry Cejudo x José Aldo
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabrício Werdum
Peso-galo: Ketlen Vieira x Marion Reneau
Peso-pesado: Augusto Sakai x Blagoy Ivanov
Peso-galo: Bethe Correia x Pannie Kianzad
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Rogério Minotouro