Vídeo: as vitórias de Stipe Miocic e Paulo Borrachinha no UFC 241

Stipe Miocic devolveu o nocaute sofrido para Daniel Cormier no ano passado e de quebra reconquistou o cinturão dos pesos pesados do UFC. Foi nesse final de semana, na Califórnia. A vitória foi consumada no quarto round, após uma sequência impiedosa, que terminou com o agora ex-campeão caído no chão. Assista no vídeo acima.

Outro destaque do card foi o brasileiro Paulo Borrachinha, que passou naquele que, até agora, foi o maior teste de sua carreira, o cubano Yoel Romero. Foram três rounds de intensidade, com alternância de vantagem. No final, os três jurados deram dois rounds para o brasileiro, confirmando a 13ª vitória de sua carreira. Assista:

Quem também levantou o público foi Nate Diaz. Mesmo após três anos sem lutar, o polêmico lutador fez três rounds de alto nível contra o embalado Anthony Pettis, pelos meio-médios. Fazendo valer sua maior envergadura e sua técnica refinada de Jiu-Jitsu, o irmão de Nick chegou a pegar as costas do oponente algumas vezes, mas a vitória veio mesmo na decisão.

Raphael Assunção não teve o mesmo sucesso que o compatriota Paulo Borrachinha e amargou a segunda derrota consecutiva no UFC. O algoz da vez foi Cory Sandhagen, que levou a melhor por decisão unânime após três rounds de domínio na luta em pé.

UFC 241

17 de agosto de 2019

Califórnia, EUA

Stipe Miocic venceu Daniel Cormier por nocaute técnico no R4
Nate Diaz venceu Anthony Pettis por decisão unânime
Paulo Borrachinha venceu Yoel Romero por decisão unânime
Sodiq Yusuff venceu Gabriel Benítez por nocaute técnico no R1
Derek Brunson venceu Ian Heinisch por decisão unânime
Khama Worthy venceu Devonte Smith por nocaute técnico no R1
Cory Sandhagen venceu Raphael Assunção por decisão unânime
Drakkar Klose venceu Christos Giagos por decisão unânime
Casey Kenney venceu Manny Bermudez por decisão unânime
Hannah Cifers venceu Jodie Esquibel por decisão unânime
Kyung Ho Kang venceu Brandon Davis por decisão dividida
Sabina Mazo venceu Shana Dobson por decisão unânime