Vídeo: Cris Cyborg pede luta em Curitiba mesmo que não seja pelo cinturão

Brasileira agora é atleta do Bellator - Foto: Leonardo Fabri

https://youtu.be/zyis-0F2VpE

Mesmo com a luta entre Amanda Nunes x Holly Holm sendo cogitada para o card do UFC 237, marcado para o dia 10 de maio, provavelmente em Curitiba, Cris Cyborg não quer ficar de fora do show.

“A revanche em Curitiba seria um sonho. Mas, se não acontecer, só de lutar na minha cidade, palco da minha estreia no UFC, seria muito especial”, disse em conversa com a imprensa na última segunda-feira, no lançamento da série “Nascidos para o Combate”, no Rio de Janeiro.

Em relação ao possível duelo pelo cinturão entre Amanda e Holm, a brasileira não lamentou, mas criticou o fato de o UFC não ter um critério objetivo para os casamentos das disputas de título.

“O UFC, na verdade, não tem um ranking. A pessoa resolve que você vai lutar pelo título. Ou você ganhou o cinturão, se machucou e eles tiram o seu título. Não é igual no Boxe, que você ganha o cinturão e tem um ano para defender. É bem difícil você analisar, é feito o que quer. Todo mundo quer lutar pelo cinturão, mas tinha que ter um valor.”