Warlley Alves emociona público em superluta especial no Pan-Americano de Jiu-Jitsu

Warlley descalçou as luvas e vestiu o kimono - Foto: FlashSport
Warlley descalçou as luvas e vestiu o kimono – Foto: FlashSport

Foram dois dias de muitas emoções e grandes disputas no Pan-Americano Gi e No Gi de Jiu-Jitsu da SJJSAF, que aconteceu na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro. A competição foi a última chance dos atletas pontuarem no ranking que irá premiar os melhores colocados com 10 passagens para o Mundial da SJJIF, que acontece em novembro na Califórnia. No resultado geral por equipes, a GFTeam foi a grande vencedora com e sem kimono. Com kimono, que aconteceu no sábado (29), a GFTeam ficou em primeiro, seguido da Nova União e da Soul Fighters. No domingo (30), nas disputas No GI, a Soul Fighters e a RFT completaram o pódio por equipes. Já no Kids (até 15 anos), deu Nova União, seguido da GFTeam e da Jiu-Jitsu For Life nos embates de kimono, e no sem kimono a Jiu-Jitsu For Life ficou em primeiro, a InFight com o vice e a GFTeam em terceiro lugar.

Apesar das acirradas lutas em busca dos valiosos pontos para o ranking, o momento que mais chamou a atenção e emocionou o público presente foram as superlutas de Jiu-Jitsu adaptado, com destaque para o lutador do UFC Warlley Alves, que enfrentou o faixa-marrom Jonathan Pitbull e foi finalizado com um estrangulamento da guarda fechada.

“Estou muito feliz. O Jiu-Jitsu faz a diferença. E o meu sonho era finalizar um lutador do UFC”, disse Jonathan, que foi prontamente desafiado por Warlley para uma revanche, mas para uma luta no octógono. “Nosso próximo combate será no octógono, de luvinha de MMA. Quero ver se ele vai me ganhar lá”, brincou o peso-médio do UFC.

O Jiu-Jitsu adaptado ainda teve a participação do ator e lutador Raul Gazolla, do também ator Douglas Silva, que ficou conhecido pelo papel de Acerola na série Cidade dos Homens, do professor Leonardo Castello Branco e do ex-TUF Brazil David Vieira.

Thales Leites fatura ouro duplo

Novos nomes e atletas já consagrados estiveram em ação no evento, com destaque para o ex-UFC Thales Leites, que faturou peso e absoluto na categoria Master de kimono. Na categoria super-pesado, o faixa-preta da Nova União derrotou Raphael de Araújo, e na final do absoluto ele finalizou Luiz Felipe Teixeira (GFTeam) para faturar o segundo ouro na competição.

No desafio dos leves de kimono na categoria adulto, Wallace Henrique (Projeto Ryoto) venceu Juan Furtado (GFTeam) para ficar com o título. Já no absoluto adulto Yago Rodrigues (CTMR) derrotou Andre Luis (Soul Fighters) para subir no lugar mais alto do pódio.

No domingo, dia das disputas No Gi, outros nomes conhecidos brilharam na competição. No Master 36, o faixa-preta de Luta Livre e lutador de MMA André Chatuba faturou peso e absoluto. No Master 41 quem brilhou foi Clayton Mangueira, que também levou o ouro duplo e o cinturão. No adulto, o ex-lutador do UFC Hernani Perpétuo faturou a categoria e ficou com o bronze no absoluto, que teve na final Patrick Matos (Betania) derrotando Lucas Camacho (Nova União).