André Dida explica o que é o ‘round infinito’ e como ele ‘forja o espírito de guerra’ de seus atletas

*Toda a cobertura do UFC 237 é trazida a você por Odds Shark. Confira as chances, escolhas e análises no UFC 237 e muito mais.

A Evolução Thai tem dois representantes no UFC Rio deste sábado: pela categoria dos leves, Francisco Massaranduba enfrenta Carlos Diego Ferreira em busca da segunda vitória seguida; já pelos meio-médios, Serginho Moraes tenta a recuperação diante de Warlley Alves. Líder da equipe, o estrategista André Dida analisou a missão dos dois atletas e revelou uma tática comum para ambos: incorporar o espírito de guerra, forjado no “round infinito”, um estilo de treinamento bastante utilizado pelo treinador.

O round infinito acontece às quartas-feiras no centro de treinamento da Evolução Thai, em Curitiba. André Dida seleciona os dois lutadores que melhor renderam nos treinos daquele dia, os equipa com luvas grandes e os colocam para “sair na mão”. O round é chamado de infinito porque não tem tempo regulamentar, ele só acaba quando um dos lutadores desiste – o que, segundo Dida, nunca aconteceu – ou um deles toca a mão ou o joelho no chão, os chamados flash down. Cotoveladas e joelhadas são proibidas. O round que mais durou chegou a 48 minutos.e

“O que acontece na luta muitas vezes? Às vezes o cara cansa, desiste, começa a fazer uma luta mole… Ele tem que saber que ele sempre vai um pouco mais. A grande jogada é você mostrar para o atleta que ele sempre aguenta o que ele acha que não pode mais”, explica Dida.

Segundo o general da Evolução Thai, o treinamento de round infinito seve para forjar o espírito guerreiro do lutador, já que “chega uma hora (durante a luta) que não é mais técnica, não adianta erguer a mão, é só coração”.

“O que mais tem são caras que puxam manopla, mas o cara que bota o chip de guerra, que forja o espírito dos atletas, são poucos os treinadores que têm essa visão e conseguem ter essa conexão com seus atletas”, garante.

UFC 237

Jerunesse Arena, Rio de Janeiro

Sábado, 11 de maio de 2019

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):

Peso-palha: Rose Namajunas x Jéssica Bate-Estaca
Peso-médio: Jared Cannonier x Anderson Silva
Peso-pena: José Aldo x Alexander Volkanovski
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull x Laureano Staropoli
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Carlos Diego Ferreira
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Ryan Spann 

CARD PRELIMINAR (18h15, horário de Brasília):

Peso-leve: Thiago Moisés x Kurt Holobaugh
Peso-galo: Irene Aldana x Bethe Correia
Peso-leve: BJ Penn x Clay Guida
Peso-mosca: Luana Dread x Priscila Pedrita
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Sérgio Moraes
Peso-galo: Raoni Barcelos x Carlos Huachin
Peso-galo: Talita Bernardo x Melissa Gatto