Após finalizar oponente de academia rival, Augusto Abdias entra na fila por uma chance ao cinturão do Future MMA

Atleta da Pitbull Brothers chegou à segunda vitória dentro da organização - Foto: Marcos Santos
Atleta da Pitbull Brothers chegou à segunda vitória dentro da organização – Foto: Marcos Santos

Atleta da academia dos irmãos Patricky e Patrício Pitbull, Augusto Matias “Abdias” engatou, na última sexta-feira (23), pelo Future FC 8, realizado em São Paulo, sua sétima vitória no MMA ao finalizar Magnus Kelly Conrado, atleta da equipe Hikari, principal rival da Pitbull Brothers em Natal. O triunfo veio através de um arm-lock no segundo round. Essa foi a segunda vitória de Abdias no Future MMA, que agora está na expectativa de disputar o cinturão em seu próximo compromisso na organização.

“Fizemos uma boa luta. Acho que tive um ótima perfomance. Fui paciente, técnico e mostrei superioridade o tempo todo. Penso em um adversário de cada vez, mas meu objetivo é chegar no topo. Quero trazer o cinturão do Future MMA para Natal. Falei isso ao final da luta e sei que em breve irá acontecer”, disse o potiguar.

O próximo a disputar o cinturão da categoria seria o parceiro de equipe de Abdias Toninho Fúria, que acabou quebrando o nariz durante os treinos e ficará um tempo sem lutar. Mas, caso Fúria se recupere a tempo de lutar pelo título, Augusto garante que não será problema esperar pela sua chance.

“O plano era o Toninho pegar o cinturão e se tornar o primeiro campeão peso leve do Future MMA, e depois disso tínhamos certeza de que ele iria retornar ao cenário internacional. Isso iria abrir caminho para que eu pudesse lutar pelo cinturão. Infelizmente ele passou por esse problema no nariz e deve ficar um longo período afastado. Então, talvez eu lute primeiro pelo cinturão do evento. Mas, se tiver que esperar, não tenho problemas com isso. Tenho a melhor relação possível com o Toninho. É um cara que eu aprendo diariamente nos treinos. Ele é um dos atletas mais experientes e duros que já conheci. Tenho o maior respeito e admiração por toda a sua história dentro do esporte. É um grande amigo e parceiro que o tatame me deu”, disse Abdias.

Aguardando uma definição sobre o seu futuro no Future MMA, Abdias conta que sonha com uma proposta de um grande evento internacional. Por isso, o potiguar sabe que paciência, além de muito trabalho, é fundamental neste momento. Para quem já venceu a obesidade e o alcoolismo – o que precisou de muita paciência e resiliência -, esperar por uma grande oportunidade não será problema.

“Quem estiver nesse esporte e não pensar em chegar aos maiores eventos do mundo está no caminho errado. Mas não tenho pressa, sei que tudo tem seu tempo e quando o meu chegar estarei pronto. Sei que vou conseguir coisas grandes”, concluiu.