Após vencer no Future FC 4, atleta dos irmãos Pitbull quer vaga no LFA

Wendell Giácomo anotou a sexta vitória seguida - Foto: Mayara Pernetti

Wendell Giácomo nunca levou uma luta para a decisão dos juízes. Nas sete vitórias que conquistou até aqui, o pernambucano finalizou ou nocauteou seus oponentes. O último triunfo aconteceu no Future FC 4, realizado na última sexta-feira (19) em São Paulo, quando derrotou Felipe Boaventura (que precisou desistir da luta após lesionar o joelho) e chegou a sua sexta vitória seguida no MMA. Feliz com o bom momento que vive na carreira, o atleta da Pitbull Brothers, equipe capitaneada pelos irmãos Patrício e Patricky Freire, espera em breve ter uma chance na LFA (Legacy Fighting Alliance), evento americano que tem parceria com o Future FC.

“Agora são seis vitórias seguidas. Venci todas as minhas lutas por nocaute ou finalização. Nunca fui para o terceiro round com ninguém, e acho essa marca muito expressiva para o cartel de qualquer lutador. Então, gostaria muito de conseguir uma oportunidade em um evento internacional. Assim vou poder mostrar ainda mais o meu trabalho. Quero uma oportunidade na LFA, e espero em breve conseguir isso”, disse Wendell.

Wendell, que luta na categoria dos meio-médios, tem apenas 24 anos. Faixa roxa de Jiu-Jitsu, ele começou nas artes marciais em 2010 na cidade de Salgueiro, sua terra natal. Depois foi para Paulo Afonso, na Bahia. Seguiu treinando e fazendo algumas lutas de MMA enquanto fazia bicos como motoboy e pizzaiolo para pagar as contas. Em 2017 ele chegou a Natal para treinar na Pitbull Brothers, e atualmente se dedica 100% ao MMA. A vitória no Future foi um combustível extra para Wendell que, após impressionar os organizadores do evento, espera voltar a lutar no meio do ano e em seguida conquistar o sonhado contrato com o evento americano.

“Não tenho nada marcada por enquanto, mas o presidente do Future já disse para me preparar porque ele quer me ver lutar novamente. Então, acredito que em breve vá aparecer uma luta pra mim.  Ainda não recebi o convite para a LFA, mas eu acredito que logo, logo, essa chance irá aparecer. Vou continuar o meu trabalho, impressionando os donos do Future FC, e assim conseguir um contrato com a LFA. Esse é o meu objetivo”, concluiu o casca-grossa.