UFC Fight Night 143 – Parte 2: Dillashaw é favorito na tentativa de unificar peso mosca e galo, mas precisa superar Cejudo em duelo equilibrado

O sábado (19 de janeiro) está reservado para os fãs do MMA e das apostas esportivas! Isso porque o UFC faz o seu primeiro evento do ano já colocando em disputa o cinturão do peso mosca (até 56,7kg), que pertence a Henry Cejudo. Nos bastidores da organização há a algum tempo um burburinho a respeito do fim desta categoria e a luta deste final de semana pode ser o marco para tal. Dono do cinturão do peso galo (até 61,2kg), T.J. Dillashaw tem a chance de unificar os títulos e mostrar que domina os pesos, trazendo ainda mais dúvidas para a cabeça do presidente Dana White. O clima é de guerra entre os lutadores e é possível dizer que Cejudo luta não apenas por si, mas também por todos os atletas pertencentes ao peso mosca. Em um total de 13 lutas na noite, apenas três brasileiros subirão no octógono mais famoso do mundo, são eles: Glover Teixeira, Ariane Lipski e Vinícius “Mamute” Moreira. São muitas oportunidades boas para você lucrar muito com as cotas do Oddsshark.com, que apontam, por exemplo, favoritismo de Dillashaw, mesmo sendo ele o desafiante e quem está tendo que cortar mais peso para lutar. Muito interessante, não? Para saber mais sobre esse duelo, confira a nossa análise!

Peso mosca (até 56,7kg) – (R$1,48) T.J. Dillashaw x Henry Cejudo (R$2,70) – Palpite:

T.J. Dillashaw

Considerado um dos cinco melhores lutadores peso por peso da atualidade, o norte-americano natural da California se tornou lutador profissional em 2010. Sua primeira grande aparição foi no programa “The Ultimate Fighter”, quando venceu Matt Jaggers, Roland Delorme e Dustin Pague. Desde então suas experiências no MMA só cresceram ano após ano, sempre enfrentando nomes muito relevantes na categoria. Sua estreia foi com derrota para John Dodson por nocaute, mas depois ele emplacou quatro vitórias consecutivas.

Em 2013, diante do brasileiro Raphael Assunção, T.J. conheceu uma derrota até hoje considerada polêmica após os juízes, por decisão dividia, terem entendido que o tupiniquim tinha sido o melhor. Com quatro vitórias seguidas, sendo duas em cima de Renan Barão, chegara a hora de encara Dominick Cruz. Mais uma vez por decisão dividida dos juízes, Dillashaw saiu derrotado em janeiro de 2016. Em julho do mesmo ano, no entanto, ele deu a volta por cima ao vencer a revanche contra Raphael Assunção, emplacando mais três vitórias consecutivas, incluindo dois atropelos diante do arquirrival Coby Garbrandt que o fizeram conquistar o cinturão.

Muito habilidoso na luta em pé, dono de uma coragem ímpar e com total domínio sobre os adversários, T.J. tem um cartel de 16 vitórias – sendo oito nocautes, três finalizações e cinco decisões – e apenas três derrotas. Aos 32 anos de idade, ele tem a chance de unificar as categorias e entrar para a história. Seu favoritismo nas apostas online se justificam por ser maior e mais forte, porém, ele precisará cortar mais peso também, e isso pode ser um fator muito ruim para a sua performance.

Henry Cejudo

Natural do Arizona, mas com fortes raízes no México, Cejudo chega com muita moral para enfrentar Dillashaw. Isso porque o baixinho de 1,62m não apenas é o dono do cinturão da categoria, mas também vem de vitória sobre um dos maiores lutadores de todos os tempos e um alguém que estava invicto havia 13 lutas – ou seis anos, como preferir: Demetrious Johnson. Eles se enfrentaram em abril de 2018 e Henry surpreendeu o mundo do MMA ao conseguir ser claramente superior a Johson durante os cinco rounds.

Apesar de ter uma mão pesada para a categoria, a maior valência do “The Messenger” (“O Mensageiro”, em tradução livre) é sua força física, disposição e um gás fora do comum. Seu estilo é todo baseado em movimentação e pressão constante no oponente. Tudo indica que ele vai buscar ao máximo cansar T.J. Dillashaw e explorar os contra golpes, principalmente por ser menor. Com 13 vitórias, sendo cinco nocaute e oito decisões de juízes, e apenas duas derrotas, é complicado falar que Cejudo é o azarão para o confronto. Por isso mesmo, essa é uma grande oportunidade para você lucrar muito.

Palpite

Vitória de T.J. está pagando R$1,48 para cada real investido, ao passo que o triunfo de Henry rende R$170,00 caso você invista R$100,00 nas cotas do Oddsshark.com. Levando em consideração o equilíbrio e o talento de ambos, vejo o investimento no campeão do peso mosca como algo muito interessante e inteligente. Claro que será um desafio diferente para ambos, especialmente para Cejudo, e por isso a previsão acaba por se perder um pouco em achismo. Dillashaw é mais agressivo e contundente, possui um poder de nocaute absurdo para a categoria e chuta muito mais.

Cejudo tem mais gás e é mais rápido, além de também ser melhor no Wrestling. Há um claro equilíbrio entre eles. Meu palpite será mais contido, indicando vitória do desafiante. Porém, se você for mais ousado e quiser um bom lucro com chances reais de conquista, investir em Cejudo é uma ótima pedida. A seu favor haverá o fato de T.J. estar cortando muito peso, estar entrando na zona de conforto de Henry e também de haver mais motivação por parte do mexicano/americano, uma vez que sua derrota pode significar o fim da sua categoria.

 

 

Cotas para as lutas do UFC Fight Night 143 realizado neste sábado (19 de janeiro)

Peso mosca (até 56,7kg) – (R$1,48) T.J. Dillashaw x Henry Cejudo (R$2,70) – Palpite: vitória de T.J.

Peso-pesado (até 120,2kg) – (R$1,18) Greg Hardy x Allen Crowder (R$4,75) – Palpite: vitória de Greg Hardy

Peso leve (até 70,3kg) –  (R$1,20) Gregor Gillespie x Yanci Medeiros (R$4,70) – Palpite: vitória de Gregor Gillespie

Peso mosca (até 56,7kg) – (R$1,43) Joseph Benavidez x Dustin Ortiz (R$2,85) – Palpite: vitória de Joseph Benavidez

Peso mosca (até 56,7kg) – (R$1,62) Paige VanZant x Rachael Ostovich (R$2,30) – Palpite: vitória de Rachael Ostovich

Peso meio-pesado (até 92,9kg) – (R$1,77) Glover Teixeira x Karl Roberson (R$2,00) – Palpite: vitória de Glover Teixeira

Peso meio-médio (até 77,1kg) – (R$1,50) Alexander Hernandez x Donald Cerrone (R$2,60) – Palpite: vitória de Donald Cerrone

Peso mosca (até 56,7kg) – (R$1,44) Ariane Lipski x Joanne Calderwood (R$2,75) – Palpite: vitória de Joanne Calderwood

Peso meio-pesado (até 92,9kg) – (R$1,37) Alonzo Menifield x Vinícius Moreira (R$3,10) – Palpite: vitória de Alonzo Menifield

Peso galo (até 61,2kg) – (R$1,20) Cory Sandhagen x Mario Bautista (R$4,50) – Palpite: vitória de Cory Sandhagen

Peso-pena (até 65,7kg) – (R$2,10) Dennis Bermudez x Te Edwards (R$1,71) – Palpite: vitória de Dennis Bermudez

Peso meio-médio (até 77,1kg) – (R$1,54) Geoffrey Neal x Belal Muhammad (R$2,50) – Palpite: vitória de Geoffrey Neal

Peso meio-médio (até 77,1kg) – (R$1,61) Kyle Stewart x Chance Rencountre (R$2,35) – Palpite: vitória de Kyle Stewart